Monthly Archives

September 2012

Livros

Crescendo

September 24, 2012
CrescendoBecca FitzpatrickHush HushEditora Intrinseca

Nora deveria saber que sua vida estava longe de ser perfeita. Apesar de começar uma relação com seu anjo da guarda, Patch (quem, título à parte, pode ser descrito como qualquer coisa, menos angelical), e sobreviver a um atentado a sua vida, as coisas não parecem melhorar.
Patch está começando a se afastar e Nora não consegue descobrir se é para o seu próprio bem ou se o seu interesse voltou-se para sua arqui-inimiga, Marcie Millar. Sem contar que Nora é assombrada por imagens de seu pai e ela fica obcecada querendo descobrir o que realmente aconteceu com ele naquela noite em que ele partiu para Portland e nunca voltou para casa.

Quanto mais Nora se aprofunda no mistério da morte de seu pai, mais ela começa a se perguntar se sua ascendência nefilim tem algo a ver com isso, assim como o por quê de ela estar em perigo com mais freqüência do que as garotas normais. Já que Patch não está respondendo suas perguntas e parece estar atrapalhando, ela tem que começar a procurar as respostas por si só. Confiar demais no fato de que ela tem um anjo da guarda põe Nora em perigo de novo e de novo. Mas ela pode mesmo contar com Patch ou ele está escondendo segredos mais obscuros do que ela pode imaginar?

Tá ai, outra série que anda me tirando o sono e me levando para dentro da história. ^^

Nora acha que poderá viver feliz com Patch, mesmo ele ainda tendo alguns segredos, mas ela se enganou. Não poderá viver perto dele como deseja, primeiro, devido os arcanjos que agora os vigiam, ou melhor, vigiam Patch e planejam se ele falar levá-lo para o inferno. Segundo, por algumas respostas que ela descobrirá sobre sua vida e o mundo dos anjos caídos e nefilins.

Nora descobre como seu pai foi morto durante um sonho e agora tenta de tudo saber quem é o assassino para poder se vingar. Mas entre descobrir mais respostas e viver uma vida normal, ela terá que conviver com o comportamento estranho de Patch e sua inimiga, Marcie Millar, e saber o porquê de Patch está tão envolvido com ela.

Muitas coisas acontecem de um capítulo para o outro, o que faz toda a ligação e te prende ainda mais na história. O começo é até tranquilo, na medida do possível, mas lá pelo capítulo 15, onde muitas coisas começam a ser reveladas e você terá que engolir fortes emoções. A leitura é muito envolvente e como já disse antes te prende muito na história, já entrou para os meus preferidos e que lerei novamente sempre que possível.

Livros

Paixão

September 18, 2012
PaixãoLauren KateFallenGalera Record

Luce morreria por Daniel. E morreu. De novo e de novo. Ao longo do tempo, Luce e Daniel se encontraram somente para serem dolorosamente separados: Luce morta, Daniel deixado machucado e sozinho. Mas talvez não precise ser dessa maneira… Luce está certa que algo – ou alguém – em uma vida passada pode ajudá-la em sua vida presente. Então ela começa a jornada mais importante desta vida… voltando eternidades para presenciar em primeira mão seus romances com Daniel… e finalmente descobrir o segredo para fazer seu amor durar. Cam e a legião de anjos e Exilados estão desesperados para pegar Luce, mas nenhum deles está tão agitado quanto Daniel. Ele vai atrás de Luce através de seus passados em comum, com medo do que pode acontecer se ela reescrever a história. Porque então seu romance corre o risco de acabar… para sempre.

Terceiro livro da saga Fallen e eu achava que o segundo tinha sido melhor até agora, mas nesse Luce viajar através do tempo para poder descobrir mais sobre esse amor que ela tem para com Daniel. E nós viajaremos junto com ela, conhecendo lugares como Rússia, Egito, Inglaterra, Paris e outros lugares em tempos mais antigos. Vendo acontecimentos que se passaram na história que supostamente Luce teria vivido em suas vidas passadas ao lado de Daniel.

Luce descobre que não é viajando em um anuciador que vai descobrir uma maneira de quebrar a maldição que a faz morrer sempre nos braços de Daniel. Mas sim que o seu amor por ela é sincero e algo que não se pode explicar. Ela descobre como é se apaixonar de diferentes formas por ele e como Daniel se senti a cada partida e recomeço. Só que Luce não sabe que terá que se preocupar com outro tipo de ameaça e não com a duvida de Daniel a amar de verdade.

A leitura segue o mesmo das edições anteriores, super boa de ler. E nesse livro você saberá um pouco mais o passado das Luces e dos Daniéis, revelando coisas confusas anteriormente, que anteriormente não se sabiam o porquê daquilo ou como tinha acontecido. E acho que essa capa acaba sendo menos depressiva.

O livro é narrado em primeira pessoa e na maior parte ainda por Luce, mas com parte por Daniel. Além, é claro, de se conhecer alguns lugares românticos ou não, mas que tem uma história, tem belas paisagens.

Arte

Pra iluminar o céu.

September 11, 2012

Yi Peng é um festival, também conhecido como festival Lanna, que acontece no norte da Tailândia no 2º mês do calendário tailandês (“Yi” significa “2” e “Peng”, mês no idioma Lanna). Esse festival também acontece no mesmo período de outro na Tailândia, o Loi Krathong (“Loi” significa “flutuar” e Krathong é um receptáculo feito em forma de Lótus). A diferença entre eles é que o Yi Peng, eles fazem as Krom loi (laternas flutuantes) que iluminaram o céu enquanto que o Loi Krathong será feito na água, como uma espécie de “jangada” lançada na água.

As Krom loi são feitas de um tecido fino, tal como o papel de arroz, para o qual uma vela ou célula de combustível é ligada. Quando a vela está acesa, o ar quente resultante, que está preso no interior do farol cria sustentação suficiente para a lanterna flutue no céu. Existem também as Krom fai que são feitas de papel, mas usadas apenas para decoração, já que o festival é totalmente contra a qualquer coisa que prejudique o meio ambiente.

As mais elaborados celebrações Yi Peng pode ser visto em Chiang Mai, a antiga capital do antigo reino de Lanna, onde agora tanto Loi Krathong e Yi Peng são celebradas ao mesmo tempo, resultando em luzes flutuando sobre as águas, luzes penduradas árvores / edifícios ou em pé sobre muros, e luzes flutuando no céu. A tradição de Yi Peng também foi adotada por certas partes do Laos durante o século 16.

Já tinha visto varias fotos, até quando procurei referência para desenhar esses balões do layout, mas não sabia exatamente o que era. E nessa semana vi no facebook uma foto do festival falando o nome (Yi Peng). Acho que nem preciso comentar que corri para pesquisar e nem pensei duas vezes em compartilhar com vocês. Hashas’

Mais fotos ▼

O que mais me chama a atenção nisso tudo é o efeito lindo que as lanternas (Krom loi) fazem no céu à noite. Trazendo uma iluminação e uma sensação de calor tão boa né?! Sem contar mais fotos lindas existem por ai.

Esse mesmo festival foi retratado recentemente em um filme infantil, Enrolados, que mostra varias lanternas voando juntas e iluminando a cidade.

Mas também peguei um dos melhores videos que achei para mostrar como é realmente o efeito das lanternas subindo e iluminando tudo. ^^

Livros

O Poder dos Seis

September 6, 2012
O Poder dos SeisPittacus LoreOs Legados de LorienEditora Intrínseca

O planeta Lorien foi devastado pelos mogadorianos, e seus habitantes, dizimados. Exceto nove crianças e seus guardiões, que se exilaram na Terra. Eles são como os super-heróis que idolatramos nos filmes e nos quadrinhos – porém, são reais. O Número Um foi morto na Malásia. O Número Dois, na Inglaterra. E o Número Três, no Quênia. Tentaram pegar o Número Quatro, John Smith, em Ohio, e falharam. Em O poder dos seis, John e a Número Seis se recuperam da grande batalha contra os mogadorianos, de quem ainda fogem para salvar a própria vida. Enquanto isso, a Número Sete está escondida em um convento na Espanha, acompanhando pela Internet notícias sobre John. Ela se pergunta onde estão Cinco e Seis, imaginando se um deles é a garota de cabelo preto e olhos cinzentos de seus sonhos, cujos poderes vão além de tudo o que ela já imaginou, aquela que tem a força necessária para reunir os seis sobreviventes.

John agora é considerado um fugitivo muito perigoso e Sam é visto como um refém dele. Seis é a cabeça do grupo, sempre tem ideias para escaparem de determinadas situações e os tiram de uma porção de encrencas. Nesse livro você descobrirá mais sobre os Lorianos e sobre o significado dos sonhos que John tinha nos treinamentos com Henri, que sempre estavam envolvidos com Lorien. Marina, que conseguiu se refugiar com sua Cêpan, Adelina, na Espanha onde consegui viver salva por alguns anos. John está com o coração divido e por um momento duvidará do amor por Sarah.

Só achei que pelo titulo, veria todos os seis Gardes juntos lutando contra os Mongadorianos, mas não é bem isso que acontece (espero não ter soltado spoiler). Apareceram Gardes e Lorianos novos para se juntarem com John, Marina e Seis na luta com os mongs e também juntos eles irão atrás dos restantes para que juntos consigam vencer a grande batalha com os mogs que está por vim e assim conseguir restabelecer Lorien e livrar a Terra desses aliens.

Uma coisa que me incomodava bastante é essa duvida que ele tem entre Sara e a número Seis, porque para quem não sabem quando os Lorianos se apaixonam é para a vida toda, então eu acho que não teria um motivo para ele duvidar, mas quando você ler o livro ver que pode até ter sentido sabe?! John lembra de umas coisas que o faz refletir muito mais sobre.

Segundo livro da sequência e é narrado em primeira pessoa, só que não só por John (numero 4) mais agora por Marina (numero 7) também. E esperando que o próximo livro (ultimo eu acho) tenha um desfecho bom e não deixe muito a desejar.